ANUNCIE AQUI
INSTITUCIONAL
Home
Ellianna Teixeira
Expediente
Eventos
Galeria de Fotos
Vídeos
Fale Conosco
 
EDIÇÕES DO JORNAL
Edições Anteriores
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Flash da Cidade
Internacionais
Nacionais
Regionais
  - Brazópolis
  - Itajubá
  - Maria da Fé
  - Pouso Alegre
  - Santa Rita do Sapucaí
 
CLASSIFICADOS
Bares
Contabilidade
Cursos
Diversos
Empresas
Farmácia
Flores
Fotografia
Frios
Hotéis
Imobiliárias
Informática
Lan House
Locação
Locadoras
Lojas
Presentes
Restaurantes
Serviços
Supermercados
Veículos
Veterinário
 
REDES SOCIAIS
   
DIVINO PAI ETERNO
MÃOS ENSANGUENTADAS DE JESUS
PRECISA-SE DE VENDEDOR


O Jornal Informe e Ação está contratando vendedores para trabalhar na região do Sul de Minas.


Quer saber mais?
Entre em contato
(35) 99956-1464
(35) 98818-3391

ABRA SEU PRÓPRIO NEGÓCIO

Entre no site www.jornalitajuba.com.br

Quer saber mais?
Entre em contato
(35) 99956-1464
(35) 98818-3391

SUL DE MINAS
Itajubá
Marmelópolis
Cristina
Piranguinho
Delfim Moreira
Brazópolis
Paraisópolis
São Lourenço
Pedralva
São José do Alegre
Santa Rita do Sapucaí
Pouso Alegre
Maria da Fé
Piranguçú
Wenceslau Bráz
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Crivella pede que se apure se houve "sabotagem" 13/09/2019
 
 
 
 
Crivella pede que se apure se houve "sabotagem" no incêndio: "Completamente prematuro", diz delegado

Prefeito também decretou luto oficial de três dias pela morte de 11 pacientes.

O prefeito Marcelo Crivella pediu que seja investigado se houve sabotagem no incêndio no Hospital Badim, no Maracanã, Zona Norte do Rio. Onze pacientes morreram, e 90 foram transferidos para outras unidades. Ele decretou luto de três dias em memória das vítimas.

"Confesso a vocês que, na hora que eu vi todas as instalações, eu posso estar errado, eu quero estar errado, peço a Deus que esteja errado, mas é uma coisa que tem que ser investigada, se houve alguma sabotagem", afirmou.

Pouco depois, o delegado Roberto Ramos, da 18ª DP (Praça da Bandeira), que apura as causas do incêndio, disse considerar "completamente prematuro" a tese de sabotagem.

“É completamente prematuro. Nós somos técnicos, fazemos avaliação técnica e, para isso, a perícia da Polícia Civil está aqui”, disse o delegado.
Ramos diz que uma das hipóteses para o fogo é a de um curto-circuito em um gerador do subsolo, mas diz que outro local também pode ter sido o foco do incêndio.

“Sabemos que o fogo chegou ao gerador, mas estamos vendo o foco primário para saber se o foco primário foi no gerador ou não (...) “Os peritos ainda estão fazendo essa investigação. O local e de difícil acesso, há muita fuligem, o local está quente e com muita fumaça. Por isso estamos aguardando para ter um acesso melhor a essa localidade. Também estamos conversando com os engenheiros para saber o layout de toda a estrutura do hospital para saber os possíveis focos de incêndio.”

A direção do hospital abriu os canais suportefamiliares@badim.com.br e 971013961 (com acesso ao WhatsApp) para atender parentes.

Segundo Crivella, o incêndio começou em um gerador no subsolo do prédio antigo, "o que causou estranheza".

"Um motor pegar fogo, um motor que gera energia, um gerador, pegar fogo? Normalmente o fogo vem onde? Geralmente da imprudência das pessoas, que acendem um material que depois se alastra e não conseguem controlar, ou vem do circuito elétrico. Um curto-circuito", explicou.

"Aqui foi em um gerador. Como é que esse gerador explodiu? Uma peça de aço! É uma coisa que nos causa estranheza", declarou.
"Existia brigada"

Crivella ponderou que o hospital estava preparado. "Existia brigada. Isso é importante notar. Existiam profissionais permanentemente no hospital, uma brigada contra incêndio", afirmou.

O prefeito comentou ainda sobre o cenário que encontrou dentro do prédio. "Tudo coberto de preto, una fuligem no chão, um pozinho fino que a gente imagina que seja da borracha, do forro que pegou fogo. O prédio esta completamente negro", descreveu.

O Hospital Badim é uma unidade de saúde particular que faz parte da Rede D’Or São Luiz. O prédio que pegou fogo foi construído há 19 anos no Maracanã. Outro prédio, anexo a ele, foi inaugurado em 2018.

Ao todo, o complexo hospitalar tem 15,7 mil m² de área construída, 128 leitos de internação, 32 leitos de tratamento intensivo e cinco salas de centro cirúrgico, de acordo com o site institucional.

 
Fonte: Redação / G1
 
 
Doze horas após incêndio, familiares e amigos buscam notícias sobre pacientes do Hospital Badim 13/09/2019
 
 
 
Doze horas após incêndio, familiares e amigos buscam notícias sobre pacientes do Hospital Badim.

Pacientes que estavam internados na unidade de saúde foram levados às pressas para outras unidades. As ruas da região se transformaram em uma grande enfermaria.



A madrugada desta sexta-feira (13), após o incêndio no Hospital Badim, no Maracanã, na Zona Norte do Rio, foi marcada pela angústia de amigos e familiares. Até as 7h50, as autoridades haviam confirmado a morte de 11 pacientes e a identificação de apenas dois deles.

Muitos parentes acompanhavam o trabalho dos bombeiros em busca de notícias.

“Minha mãe está com 83 anos, acamada. É um sentimento muito ruim. É esperar o que vai acontecer, né?! Espero que ela apareça aí em algum lugar”, afirmou Damião Freitas, filho de uma paciente.

Ao todo, 103 pacientes estavam internados no Hospital Badim. Muitos deles foram levados às pressas para outras unidades, outros aguardavam transferência nas ruas da região, que se transformaram em uma grande enfermaria. O centro de tratamento intensivo (CTI) foi transferido para a garagem de um prédio e para uma creche vizinha.
“Eu até agora não sei onde está a minha mãe. Ela tem 76 anos, já sofreu três AVCs, não fala direito. Eu preciso achar a minha mãe! Ninguém dá informação! Eu estou desesperada. A acompanhante que estava com ela se jogou do terceiro andar e está operando as pernas dela no Quinta D’Or, entendeu?”, afirmou Tânia Ferreira.

Algumas pessoas reclamavam de falta de informações.

“Uma médica falou que ela [paciente] já saiu. Só que como é que ela saiu? Ela estava lúcida? Estava lúcida. Não estava andando porque ela está de sonda, monitorada, então ela não está andando”, afirmou Aline Martins, neta de uma paciente.

O Corpo de Bombeiros vistoriou todo o hospital durante a madrugada e encontrou 11 corpos.

A vigília de alguns familiares se transformou em luto. Mas a maioria ainda aguarda informações oficiais sobre as mortes.
Resumo até aqui
11 pacientes morreram após um incêndio de grandes proporções no Hospital Badim;
O fogo começou por volta das 18h30, e a fumaça se espalhou;
A suspeita é que chamas começaram após um curto-circuito em um gerador;
103 pessoas estavam internadas na unidade no momento do incêndio;
224 funcionários trabalhavam no turno quando as chamas começaram - nenhum deles morreu, segundo o hospital;
Unidade foi esvaziada, e pacientes foram levados para ruas próximas, onde ficaram em macas;
Mais de 10 pacientes foram encaminhados para outros hospitais particulares.

Sobre o hospital
O Hospital Badim é uma unidade de saúde particular que faz parte da Rede D’Or São Luiz. O prédio que pegou fogo foi construído há 19 anos no Maracanã. Outro prédio, anexo a ele, foi inaugurado em 2018. Ao todo, o complexo hospitalar tem 15,7 mil m² de área construída, 128 leitos de internação, 32 leitos de tratamento intensivo e cinco salas de centro cirúrgico, de acordo com o site institucional.

 
Fonte: Redação / G1
 
 
Doze horas após incêndio, familiares e amigos buscam notícias sobre pacientes do Hospital Badim 13/09/2019
 
 
 
Doze horas após incêndio, familiares e amigos buscam notícias sobre pacientes do Hospital Badim.

Pacientes que estavam internados na unidade de saúde foram levados às pressas para outras unidades. As ruas da região se transformaram em uma grande enfermaria.



A madrugada desta sexta-feira (13), após o incêndio no Hospital Badim, no Maracanã, na Zona Norte do Rio, foi marcada pela angústia de amigos e familiares. Até as 7h50, as autoridades haviam confirmado a morte de 11 pacientes e a identificação de apenas dois deles.

Muitos parentes acompanhavam o trabalho dos bombeiros em busca de notícias.

“Minha mãe está com 83 anos, acamada. É um sentimento muito ruim. É esperar o que vai acontecer, né?! Espero que ela apareça aí em algum lugar”, afirmou Damião Freitas, filho de uma paciente.

Ao todo, 103 pacientes estavam internados no Hospital Badim. Muitos deles foram levados às pressas para outras unidades, outros aguardavam transferência nas ruas da região, que se transformaram em uma grande enfermaria. O centro de tratamento intensivo (CTI) foi transferido para a garagem de um prédio e para uma creche vizinha.
“Eu até agora não sei onde está a minha mãe. Ela tem 76 anos, já sofreu três AVCs, não fala direito. Eu preciso achar a minha mãe! Ninguém dá informação! Eu estou desesperada. A acompanhante que estava com ela se jogou do terceiro andar e está operando as pernas dela no Quinta D’Or, entendeu?”, afirmou Tânia Ferreira.

Algumas pessoas reclamavam de falta de informações.

“Uma médica falou que ela [paciente] já saiu. Só que como é que ela saiu? Ela estava lúcida? Estava lúcida. Não estava andando porque ela está de sonda, monitorada, então ela não está andando”, afirmou Aline Martins, neta de uma paciente.

O Corpo de Bombeiros vistoriou todo o hospital durante a madrugada e encontrou 11 corpos.

A vigília de alguns familiares se transformou em luto. Mas a maioria ainda aguarda informações oficiais sobre as mortes.
Resumo até aqui
11 pacientes morreram após um incêndio de grandes proporções no Hospital Badim;
O fogo começou por volta das 18h30, e a fumaça se espalhou;
A suspeita é que chamas começaram após um curto-circuito em um gerador;
103 pessoas estavam internadas na unidade no momento do incêndio;
224 funcionários trabalhavam no turno quando as chamas começaram - nenhum deles morreu, segundo o hospital;
Unidade foi esvaziada, e pacientes foram levados para ruas próximas, onde ficaram em macas;
Mais de 10 pacientes foram encaminhados para outros hospitais particulares.

Sobre o hospital
O Hospital Badim é uma unidade de saúde particular que faz parte da Rede D’Or São Luiz. O prédio que pegou fogo foi construído há 19 anos no Maracanã. Outro prédio, anexo a ele, foi inaugurado em 2018. Ao todo, o complexo hospitalar tem 15,7 mil m² de área construída, 128 leitos de internação, 32 leitos de tratamento intensivo e cinco salas de centro cirúrgico, de acordo com o site institucional.

 
Fonte: Redação / G1
 
 
Expresso Valônia, aumentou a frota de veículos coletivos do município. 06/08/2019
 
 
 
O transporte coletivo de passageiros em uma cidade é um serviço público importante para o cidadão. É através do transporte público coletivo que a população faz seus deslocamentos diários para trabalhar, estudar, acessar os demais serviços públicos, entre outras necessidades específicas. Assim, a Prefeitura de Itajubá, por meio da renovação de contrato com a empresa Expresso Valônia, aumentou a frota de veículos coletivos do município.

No novo contrato foram feitas novas exigências e, uma delas, foi a melhoria da frota de veículos com a inserção de 8 ônibus novos, com tecnologia de última geração. Todos os ônibus contêm 38 lugares, entre eles, lugares inclusivos, espaço para cão guia e plataforma de acessibilidade. A empresa instalou em seus veículos controle de emissão de poluentes com objetivo de preservar a qualidade do ar do município.

Dentre as exigências feitas estão ainda: rede wifi em toda frota, suspensão a ar, implantação de reconhecimento facial, aplicativo gratuito para acompanhamento do trajeto do ônibus para Smartphones Android e iOS, e aplicativo de rastreamento da frota em tempo real monitorado pelo sistema de gerenciamento. Essas novas facilidades serão disponibilizadas no próprio site da Expresso Valônia.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Itajubá pelas redes sociais: @prefeituraitajuba
 
Fonte: Redação
 
 
Dia 4 de agosto dia nacional da saúde 06/08/2019
 
 
 
O Dia Nacional da Saúde é celebrado anualmente em 5 de agosto no Brasil. A data tem o objetivo de conscientizar a sociedade brasileira sobre a importância da educação sanitária, despertando na população o valor da saúde e dos cuidados para com ela.

O Dia da Saúde também serve para homenagear e recordar a vida e o trabalho de Oswaldo Cruz, um dos principais responsáveis pelas erradicações de perigosas epidemias que acometiam o Brasil no final do século XIX e começo do século XX.
 
Fonte: Redação
 
 
Carregador de carro elétrico foi inaugurado no Cine A 06/08/2019
 
 
 
A rede de cinemas Cine A, a primeira do Brasil a construir um cinema totalmente autossustentável, inaugurou na última sexta-feira, dia 2 de agosto, o ponto de recarga para carros elétricos. O equipamento instalado no local, chamado Incharge, é capaz de fornecer a carga total de energia para um carro em até duas horas, tempo dez vezes menor do que a recarga doméstica.

A inauguração contou com a exposição de carros elétricos e esportivos para mostrar ao público o funcionamento do aparelho. A ideia foi atrair a população para o cinema no primeiro final de semana de estreia de mais um filme da franquia Velozes e Furiosos. O equipamento está disponível próximo a área de estacionamento do cinema.

O carregador instalado no Cine A tem a capacidade de 22 quilowatts de potência. Isso é suficiente para carregar, por exemplo, o carro Zoe da Renault, 100% elétrico e lançado recentemente no Brasil, em menos de duas horas. Após a carga, esse veículo poderá rodar mais de 300 km até nova recarga. Veículos híbridos também poderão utilizar o carregador instalado no Cine A de Itajubá.

Acompanhe as ações e informações da Prefeitura pelas redes sociais.
 
Fonte: Redação/Secom
 
 
Restaurante Avenida 02/08/2019
 
 
 
Restaurante Avenida
CARDÁPIO DE DOMINGO


Arroz branco
Arroz integral
Arroz colorido com frango desfiado Feijão carioca
Feijão Tropeiro
chuchu com Cenoura
Nhoque
Macarrão a bolonhesa
Macarrão alho e óleo

Alface C/ Palmito
Tomate
Couve
Couve Flor com Brócolis
Salada refrescante (repolho c/ abacaxi)
Maionese
Salpicão

Batata frita
Batata doce
jiló a milanesa
Mandioca frita
Banana frita
Abobrinha a milanesa


Parmegiana de Vaca
Parmegiana de Frango
Coxa sobre Coxa assado
Costelinha de Porco
Bife de vaca
Bife de pernil
Filé de Peixe
Paleta assada
Filé de Frango


Melancia
 
Fonte: Restaurante Avenida
 
 
Atestado de óbito diz que morte de pai do presidente da OAB foi causada pelo Estado 30/07/2019
 
 
 
Atestado de óbito diz que morte de pai do presidente da OAB foi causada pelo Estado
Bolsonaro diz que Fernando Santa Cruz foi morto por "grupo terrorista" de esquerda, não por militares. Segundo Comissão de Mortos e Desaparecidos, vítima teve "morte violenta" em 1974.
Por Vladimir Netto, Marcelo Parreira e Filipe Matoso, TV Globo e G1 — BrasíliaO atestado de óbito de Fernando Santa Cruz de Oliveira, opositor do regime militar, afirma que a morte dele foi causada pelo Estado brasileiro.

Fernando Santa Cruz é pai de Felipe Santa Cruz, atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil. Mais cedo, nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro disse que, se o presidente da OAB quisesse saber como o pai morreu, ele, Bolsonaro, contaria.

Depois, em uma rede social, Bolsonaro disse que Fernando Santa Cruz não foi morto por militares, mas, sim, pela organização de esquerda Ação Popular do Rio de Janeiro, classificada pelo presidente como "grupo terrorista".

A Comissão da Verdade, porém, diz que Santa Cruz foi morto por agentes da ditadura.

O atestado de óbito foi incluído no sistema da Comissão de Mortos e Desaparecidos no último dia 24 e será enviado à família de Fernando Santa Cruz.

Documento da Aeronáutica
A Comissão da Verdade disponibiliza na internet um documento do antigo Ministério da Aeronáutica segundo o qual Fernando Santa Cruz foi preso em 22 de fevereiro de 1974, um dia antes da data em que, segundo o atestado de óbito, ele morreu.

Reação
O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, divulgou uma carta nesta segunda-feira após as declarações de Bolsonaro.

No documento, afirmou que o presidente da República é "cruel" e não sabe separar o público do privado.

Também nesta segunda, a própria OAB divulgou uma nota de repúdio à declaração do presidente da República.

Íntegra
Leia a íntegra do atestado de óbito de Fernando Santa Cruz:

ATESTADO DE ÓBITO

A Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, instituída pela Lei n° 9.140, de 04 de dezembro de 1995, por sua presidente nomeada no Decreto de 25 de julho de 2014 (D.O.U. 28/07/2014), declara, nos termos da Resolução N° 2, de 29 de novembro de 2017 (D.O.U. 11/12/2017), para fins de retificação de assento de óbito lavrado com base na mesma lei acima citada, que:

- FERNANDO AUGUSTO DE SANTA CRUZ OLIVEIRA, brasileiro, casado, estudante universitário e funcionário público, residente e domiciliado em São Paulo/SP, nascido em Recife/PE, aos 20 de fevereiro de 1948, filho de Elzita Santos de Santa Cruz Oliveira e Lincoln de Santa Cruz Oliveira, conforme reconhecido às páginas 1.601/1.607, do Volume III, do Relatório Final da Comissão Nacional da Verdade, instituída pela Lei n° 12.528, de 18 de novembro de 2011, faleceu provavelmente no dia 23 de fevereiro de 1974, no Rio de Janeiro/RJ, em razão de morte não natural, violenta, causada pelo Estado brasileiro, no contexto da perseguição sistemática e generalizada à população identificada como opositora política ao regime ditatorial de 1964 a 1985.

Brasília, 24 de julho de 2019.

(Assinado eletronicamente)

EUGÊNIA AUGUSTA GONZAGA

Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos

Presidente

Observação: corpo não localizado até a data de lavratura do presente atestado.
 
Fonte: Redação
 
 
Zé Hélio conta como fez para ter redes sociais ilimitadas 30/07/2019
 
 
 
 
Zé Hélio conta como fez para ter redes sociais ilimitadas
Ele dá uma super dica para usar o Facebook e o WhatsApp sem medo de consumir todo seu créditoA fama de Zé Hélio de ser fera em Tecnologia faz dele quase um consultor. Difícil alguém não parar o cara no meio da rua para pedir aquela ajuda básica digital. Dona Marlene é uma delas. Chateada com a operadora que tinha escolhido porque o pacote de dados acaba no primeiro respiro, ela aproveitou os "serviços gratuitos" desse expert para saber o que fazer, afinal ela curte uma rede social. Pensando o quê, galera? Dona Marlene tá vivinha e quer mais aproveitar as facilidades que a tecnologia oferece para a gente.

A dica do Zé Hélio é simples: TIM CHIP TOP. Além de uma semana grátis, ela pode experimentar as redes sociais ilimitadas e tem 1GB de internet para navegar como quiser. O Facebook? Iliminado. Pode consumir o 1GB que ele continua ali. Ah, o WhatsApp também. Britney, que vive trocando mensagens, fazendo videochamadas com Abel para mostrar a porquinha dela, usa à vontade.

Vamos ver como foi essa conversa entre Zé Hélio e Dona Marlene?

Se rendeu aos encantos e facilidades do TIM CHIP TOP? Então a gente resume aqui tudo o que ele vai te oferecer. Dica do Zé Hélio, hein!

•1 semana GRÁTIS e você pode experimentar as redes sociais ilimitadas, ligações ilimitadas e ainda tem 1GB de internet pra navegar como quiser e depois custa só 10 reais por semana.

•Facebook ilimitado: Não para nunca. Mesmo se você conseguir consumir o 1GB de internet, você segue com o Facebook e as outras redes sociais ilimitadas.

•WhatsApp ilimitado: você faz ligações, videochamadas, baixa todos os arquivos de vídeos, fotos, gifs (que consomem muita internet) mas só no TIM CHIP TOP não consome nada. É ilimitado.

•Bônus da madrugada: essa dica é muito boa pra quem tá sempre ligado. Clientes TIM PRÉ TOP, com a recarga de R$ 10 reais, além do 1GB de internet que já tem no plano, agora tem também 3GB de internet pra navegar de 00 as 6am. Então a galera das séries vai poder curtir os episódios das suas séries favoritas, pessoal que curte games vai zerar muito jogo de madrugada, a turma da balada vai curtir ainda mais, quem trabalha no turno noturno vai ficar super conectado, e quem acorda cedo também vai aproveitar essa fartura de internet...

•Recarga WhatsApp: essa dica é muito TOP. Agora, os clientes TIM PRÉ podem recarregar direto do WhatsApp! É super fácil, seguro e prático! As recargas são a partir de 20,00. Adiciona agora a TIM no seu zap +55 41 4141-4141

TIM CONTEÚDO DE RESPONSABILIDADE DO ANUNCIANTE
Vídeos para você
 
Fonte: Redação
 
 
Presidente da OAB diz que vai ao STF para Bolsonaro esclarecer o que sabe sobre a morte de seu pai 30/07/2019
 
 
 
 
Presidente da OAB diz que vai ao STF para Bolsonaro esclarecer o que sabe sobre a morte de seu pai
Presidente da República afirmou que contaria como o pai de Felipe Santa Cruz desapareceu na ditadura, caso ele quisesse; mais tarde, disse que Fernando Santa Cruz foi morto por "grupo terrorista". Comissão da Verdade atestou como morte "causada pelo Estado brasileiro".
O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, disse nesta segunda-feira (29) que vai acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir que o presidente Jair Bolsonaro conte o que ele sabe sobre a morte do pai de Felipe. Fernando Santa Cruz foi morto em 1974, durante a ditadura militar no Brasil.

Bolsonaro afirmou mais cedo, em uma rede social, que o opositor do regime militar Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira não foi morto pelos militares, mas, sim, pela organização de esquerda Ação Popular do Rio de Janeiro, classificada pelo presidente como "grupo terrorista".

A Comissão da Verdade diz que Santa Cruz foi morto por agentes da ditadura.

“Quero saber do presidente o que ele efetivamente sabe, se ele soube nos porões da ditadura, o que é muito grave, porque ele diz que soube à época quando era militar, então ele reconhece relação com os porões da ditadura. Vou ao Supremo Tribunal Federal pedir, interpelar o presidente para que ele esclareça isso”, disse o presidente da OAB.
Na manhã desta segunda-feira, Bolsonaro disse que, se o presidente da OAB quisesse saber como o pai morreu, ele, Bolsonaro, contaria.

“Nós temos todo respeito pela figura do presidente da República. Mas o presidente Jair Bolsonaro não agiu hoje como tal. Hoje ele agiu como amigo do porão da ditadura, agiu olhando o passado e dividindo a sociedade brasileira”, disse Santa Cruz, que também publicou uma carta em que diz que o presidente da república é "cruel" e não sabe separar o público do privado.

Felipe Santa Cruz lembrou que o nome do seu pai sempre esteve na lista de pessoas desaparecidas durante a ditadura militar: “Não há qualquer dúvida. Meu pai era estudante de direito e morreu lutando pela democracia. O presidente mostra uma faceta muito preocupante do governante, que é a crueldade e a falta de empatia com o ser humano.”

A OAB também divulgou uma nota de repúdio à declaração do presidente da República.

O que diz a Comissão da Verdade
De acordo com a Comissão Nacional da Verdade, Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira sumiu em 1974 e foi "preso e morto por agentes do Estado brasileiro". Ainda segundo a comissão, Santa Cruz "permanece desaparecido, sem que os seus restos mortais tenham sido entregues à sua família".

O relatório final da comissão diz ainda que Claudio Guerra, ex-delegado do Departamento de Ordem Política e Social (DOPS-ES), afirmou em depoimento em 2014 que o corpo de Fernando Santa Cruz Oliveira foi incinerado na Usina Cambahyba, em Campos dos Goytacazes (RJ).

Ainda de acordo com a comissão, o ex-sargento do Exército Marival Chaves Dias do Canto também afirmou em depoimento que havia um esquema de transferência de presos entre estados, que envolvia o encaminhamento dos presos para locais clandestinos de repressão, como a Casa da Morte.

Segundo a comissão, Marival disse que os presos Eduardo Collier Filho e Fernando Santa Cruz teriam sido vítimas dessa operação.

Anistia
Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira teve o pedido de anistia deferido pela Comissão de Anistia. A portaria que o anistiou foi publicada em janeiro de 2013 pelo Ministério da Justiça.

Atestado de óbito
O atestado de óbito de Fernando Santa Cruz de Oliveira, opositor do regime militar, afirma que a morte dele foi causada pelo Estado brasileiro. O atestado de óbito foi incluído no sistema da Comissão de Mortos e Desaparecidos no último dia 24 e será enviado à família de Fernando Santa Cruz (veja abaixo a íntegra do atestado).

Leia a íntegra do atestado de óbito de Fernando Santa Cruz:

ATESTADO DE ÓBITO

A Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, instituída pela Lei n° 9.140, de 04 de dezembro de 1995, por sua presidente nomeada no Decreto de 25 de julho de 2014 (D.O.U. 28/07/2014), declara, nos termos da Resolução N° 2, de 29 de novembro de 2017 (D.O.U. 11/12/2017), para fins de retificação de assento de óbito lavrado com base na mesma lei acima citada, que:

- FERNANDO AUGUSTO DE SANTA CRUZ OLIVEIRA, brasileiro, casado, estudante universitário e funcionário público, residente e domiciliado em São Paulo/SP, nascido em Recife/PE, aos 20 de fevereiro de 1948, filho de Elzita Santos de Santa Cruz Oliveira e Lincoln de Santa Cruz Oliveira, conforme reconhecido às páginas 1.601/1.607, do Volume III, do Relatório Final da Comissão Nacional da Verdade, instituída pela Lei n° 12.528, de 18 de novembro de 2011, faleceu provavelmente no dia 23 de fevereiro de 1974, no Rio de Janeiro/RJ, em razão de morte não natural, violenta, causada pelo Estado brasileiro, no contexto da perseguição sistemática e generalizada à população identificada como opositora política ao regime ditatorial de 1964 a 1985.

Brasília, 24 de julho de 2019.

(Assinado eletronicamente)

EUGÊNIA AUGUSTA GONZAGA

Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos

Presidente

Observação: corpo não localizado até a data de lavratura do presente atestado.
 
Fonte: Redação / G1
 
NOTÍCIAS ANTERIORES  
 
18/07/2019
...
27/06/2019
...
19/06/2019
Senado aprova derrubar decretos de Bolsonaro que flexibilizam porte de armas Com decisão, texto segue para a Câmara dos Deputados. Decretos foram assinados p...
19/06/2019
Na evolução, cachorros passaram a levantar sobrancelhas para ter atenção dos humanos Movimento dos músculos acima dos olhos não ocorre com a mesma intens...
19/06/2019
Romário da Silva Barros, de 31 anos, do portal "Lei Seca Maricá (LSM)" foi morto com três tiros na cabeça. Foi o segundo caso em menos de um mês. O jorn...
16/06/2019
Senhores(as), boa tarde! Na data de ontem, dia 13/06/2019, no Teatro Municipal Cristiane Riera, em Itajubá, o 56º Batalhão celebrou o Ducentésimo Quadrag...
06/06/2019
Cidade limpa é responsabilidade de todos Preservar o meio ambiente por meio da reciclagem de objetos gerando outros produtos para o consumo também é uma n...
06/06/2019
Dengue, Zika e Chikungunya: Ações preventivas são necessárias para combater as doenças Para conter uma epidemia de Dengue, Zika e Febre Chikungunya, vá...
06/06/2019
Prefeitura divulga boletim epidemiológico sobre Dengue e outras doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti Para averiguar os números de Dengue, Zika Vírus, ...
06/06/2019
Saúde na Feira: Doação de Sangue será o tema da ação que acontecerá no dia 6 de junho A Prefeitura de Itajubá convida os itajubenses para que partici...
06/06/2019
Prefeitura apoiará o Festival Itajubense de Arte Popular (FIAPO) A Cia. de Dança Marcílio Bastos, com o apoio da Prefeitura de Itajubá, irá realizar ...
06/06/2019
Vacinação contra a gripe: População tem até o dia 14 de junho para se imunizar contra a doença A Prefeitura de Itajubá informa que a população terá...
31/05/2019
Notícias Comissão da reforma da Previdência debate aposentadoria para mulheres A mudança nas regras de aposentadoria para mulheres foi discutida nesta t...
31/05/2019
Namorada de Lula e outros funcionários deixarão Itaipu A socióloga Rosangela da Silva, namorada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, terá que tro...
23/05/2019
Anac autoriza primeira empresa aérea com 100% de capital estrangeiro a operar no Brasil Grupo espanhol Globalia pode ser o primeiro estrangeiro a oferecer voo...
23/05/2019
MEC mantém bloqueio de R$ 5,8 bilhões após revisão orçamentária Ministério da Economia previa bloqueio de mais de R$ 7 bilhões na educação, mas recuo...
23/05/2019
Ministério da Agricultura libera mais 31 agrotóxicos Já são 169 registros autorizados em 2019, entre eles, o glifosato, defensivo agrícola que o país mai...
23/05/2019
IBGE mostra envelhecimento da população no Brasil Pesquisa projeta para 2060 uma população com mais idosos do que jovens. E para os jovens, está cada vez ...
17/05/2019
O que muda com a lei sobre drogas que o Senado correu para aprovar? Diferente do que afirmavam alguns defensores da lei, projeto não pode impedir julgamento d...
15/05/2019
Bolsonaro diz que bloqueia verba da educação porque precisa, mas chama manifestantes de "idiotas úteis" e "massa de manobra" Presidente deu a declaração a...
+ NOTÍCIAS
ENTRETENIMENTOS  
 
Facebook
 
Twitter
 
G1
 
Portal Terra
 
Inter Ney
 
Dicas L
 
Gmail
 
Yahoo
 
Hotmail
 
Charges
 
Humor Tadela
 
Caixa
 
Correios
 
Google
 
Humor Babaca
 
Blog do Madeira
 
Uol
 
Ponto Frio
 
Globo Esporte
 
Skype
 
Kboing
 
Baixa Ki
 
Ricardo Eletro
 
Mercado Livre
 
Net Shoes
 
Extra
 
Portal R7
 
Jogos Menina
 
Buraco
 
VTO
 
Savetone
 
Paraiso
 
DestinoShow
 
Big Farm
 
One Piece
 
Dafiti
 
Passagens
 
Jogos Barbie
 
Jogos Mário
 
337 Jogos
 
Banco Brasil
 
Jogos Zumbis
 
Empire
 
OGame
 
Desert
 
1 vs 100
 
Ikariam
 
WarGame
 
FOE
 
Youtube
 
waiBrasil Publicidade
 
Par Perfeito
 
Linkedin
 
Jia
 
Ponto Frio
 
Americanas
 
Lojas Edmil
 
Casas Bahia
 
Magazine Luiza
 
Mattos Calçados
 
Casa joka
 
A Mineira
 
Casa América
 
 
 
Publicidade
 
Nossos Contatos
(35) 99956-1464 - VIVO
(35) 98818-3391 - OI
redacao@jornalinformeeacao.com.br
jornalistaellianna@jornalinformeeacao.com.br
contato@jornalinformeeacao.com.br
eliana.teixeira@gmail.com
2019 ® Marca Registrada para Agência de Comunicação E. M. Teixeira Ltda. Todos os direitos reservados.